terça-feira, 14 de julho de 2009

O evangelho dos necessitados



Isaías 61

1 O Espírito do Soberano, o Senhor está sobre mim, porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros,

2 para proclamar o ano da bondade do Senhor...

Notas:

  1. Leia também Lucas 4.18-19;
  2. Bíblia Sagrada - Nova Versão Internacional, NVI (Ed. 2001).


Crianças necessitadas

Graça e paz a todos os que precisam delas.

Quero refletir com você sobre algo que as pessoas normalmente ignoram: o evangelho é para quem precisa dele. Acha que estou exagerando, sendo agressivo, excludente ou bruto? Não mesmo! Jesus convidava os necessitados a receberem o Evangelho da Graça, pois a sua mensagem tinha um alvo certo: todos quantos sentissem necessidade dele.

Mateus 11

28 Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.

29 Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso.

Lucas 5

31 Jesus lhes respondeu: "Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.

31 Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento".

João 7

37 No último e mais importante dia da festa, Jesus levantou-se e disse em alta voz: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba".


Se alguém sente culpa e sofre desprezo, se alguém se vê como indigno, se alguém nem mesmo é levado em conta pela sociedade, se alguém sente necessidade do Evangelho é a esse tipo de pessoa que Jesus se dirige. Não, ele não se dirige àqueles que estão sobre o pedestal da autosuficiência nem chama aqueles que se acham certos ou justos, ou aqueles que acham que nada é pecado ou aqueles que acham que tudo é relativo. Não!

O convite da graça é para os que precisam dela, a mensagem de Cristo é para os que carecem de Deus. Se você sente necessidade de Deus, se sua vida precisa de algo que não se econtra nos prazeres da vida nem nas drogas, nem nas riquezas, se você sente uma necessidade espiritual, se você deseja ardentemente se reconciliar com Deus... é a você que Jesus chama!

As boas novas do Mestre são para os pobres, seus cuidados são para os que têm um coração quebrantado, e ele veio anunciar que as prisões das trevas não mais manteriam cativos os que se achavam subjugados por elas, pois o tempo da graça de Deus chegou!

Não, Jesus não veio encher os pobres de prata ou ouro nem veio tornar os aflitos totalmente imunes às aflições, nem veio dar aos cativos a liberdade de fazerem todas as coisas e serem isentos da culpa. Jesus veio nos dar a graça de sermos perdoados e a possibilidade de mudar o rumo das nossas vidas substituindo a vingança pelo perdão, o ódio pelo amor, a soberba pela humildade, a crueldade pela misericórdia, a dúvida pela fé e o desespero pela esperança. Temos no Evangelho a direção que precisamos para nossas vidas, um Norte Eterno para nos orientarmos em meio a esse revolto mar que é a vida.

Assim, se você se encontra entre os necessitados, procure chegar-se a Deus, busque a graça, receba o Evangelho e deixe-se ser tocado por sua mensagem; mas se você não sente necessidade de mais nada, nem mesmo do Evangelho, viva sua vida, siga em frente, esforce-se para vivê-la da melhor maneira possível, pois ela será o seu único bem em toda a sua existência (Lucas 16.19-25), porém lembre-se de que ela passará (Lucas 12.12-20).

A graça se manifestou a todos, mas, como nem todos precisam de favores, nem todos a recebem. Contudo, se você se sente necessitado, busque a graça de Deus!

Que o Senhor te abençoe ricamente.

Um abraço.


Nenhum comentário:

Seguidores