sábado, 11 de abril de 2009

Cristo: nossa Páscoa



1 Coríntios 5

7 Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós.

Nota: Bíblia Sagrada - Almeida Corrigida e Revisada Fiel (ACRF, Ed. 1994).


Imagem Cordeiro

Graça e paz sejam multiplicadas a você.

Chegou o tempo de celebrar a Páscoa. E o que é a Páscoa? Ah, é um momento mágico no qual "os coelhos passam a botar ovos de chocolate, as pessoas lamentam a morte do Cristo e fazem sacrifícios (jejuns parciais, longas caminhadas em procissão etc) e todo mundo comemora alegremente (comendo chocolates) ou tristemente (sentindo uma profunda e piedosa 'pena' de Jesus)"...

As formas de comemorar são distintas, mas todos comemoram... comemoram o que mesmo? O milagre dos 'Ovos de Chocolate', a morte e ressureição de Cristo... ou as duas coisas? É bom tomar alguma informação, não acham? Pois bem, a Páscoa era originalmente uma festa judaica em comemoração à 'morte dos primogênitos no Egito' (Êxodo 12.1-28), praga que precedeu a saída dos filhos de Israel do Egito rumo a Canaã. A comemoração inlcuía o sacrifício de um 'cordeiro', cuja " 'carne' deveria ser assada no fogo, com 'pães ázimos' (isto é, sem fermento) e consumida com 'ervas amargosas' ". Era algo bem diferente do que temos visto hoje. Mas quando Jesus apareceu, a Páscoa tomou um novo sentido, pelo menos para os seus discípulos, os cristãos.

Depois de comemorar a Páscoa segundo a tradição dos judeus, Jesus celebrou o que hoje conhecemos por 'última ceia', 'santa ceia', 'ceia do Senhor', 'eucaristia' ou 'refeição noturna', sendo que algumas dessas celebrações são variações da forma original, não seguindo a fórmula instituída por Jesus e sustentada por Paulo (Marcos 14.12-26; Lucas 22.7-23; 1 Coríntios 11.23-34). A partir do que lemos aí, vemos que a Páscoa ainda celebra uma 'passagem' (Páscoa - do hebraico Pessach, significa 'passagem'); ela é a celebração de nossa saída da velha maneira de viver para uma nova, é a celebração da transformação, da mudança que Cristo nos trouxe, da esperança que Ele nos dá, da vida que Ele preparou para nós... Cristo é a nossa Páscoa, Ele morreu, mas ressucitou e nos deu garantia de que nele somos novas criaturas.

Cristo, a nossa Páscoa (ou nosso 'cordeiro pascal'), não está nos ovos de chocolate, mas suas palavras são bem mais doces e nutrem a alma; ele não está na lembrança da sua morte apenas, mas também na de sua ressurreição - a garantia de que nós podemos ser participantes de uma nova vida! Mortos para o pecado, vivos (ressucitados e transformados) em Cristo, por Cristo e para Cristo!

Comemore sua Páscoa com alegria; manifeste sua gratidão a Deus por Cristo, celebre com sua família e amigos. Transmita a todos a alegria de viver a vida que Deus preparou para você.

Que sua vida seja renovada, que suas atitudes sejam melhores, que seu entendimento seja iluminado, que Cristo ressucite em você!

Que Deus abençoe a sua vida.

Um abraço.

Nenhum comentário:

Seguidores