sábado, 20 de junho de 2009

Avivamento Autêntico



Galátas 5

22 Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,

23 mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei

Nota: Bíblia Sagrada - Nova Versão Internacional (NVI, Ed. 2001).

Avivamento???

Que a maravilhosa graça, a preciosa paz e o amor de Deus estejam sobre você.

O que me trouxe a esta reflexão foi uma triste constatação sobre o cenário atual da Igreja: há uma necessidade real de avivamento; avivamento no sentido de retorno à comunhão, aos princípios que norteiam a vida cristã, ao primeiro amor. Porém o que temos visto são avivamentos artificiais (a imagem acima não foi escolhida por acaso), pois há diversas "manifestações sobrenaturais", propagandas de milagres e muita emoção, mas as pessoas perderam o verdadeiro foco: viver para Deus.

O avivamento que devemos buscar não é o das curas, das profecias (ou profetadas), das línguas estrangeiras ou das línguas dos anjos, da unção (ou das "unções"... há uma infinidade de "unções" — unção da porção dobrada [feito tapioca] do espírito de Elias, unção da capa de Eliseu, unção do Raio [que os parta], unção do Manto Santo etc — inventadas pelos "mestres de si mesmos" que deixam de lado a Palavra para tomar o caminho que lhes convém) dentre tantas outras coisas. Devemos buscar o avivamento que começa no interior e se externa através de atitudes; atitudes essas que, antes de tudo, revelam um caráter aperfeiçoado.

Assim podemos crer que o avivamento espiritual é uma necessidade premente; a Igreja precisa ser inflamada pela mesma chama que ardia no coração dos primeiros cristãos: a chama da disposição para servir a Deus, para fazer a vontade dEle, para amá-Lo acima de todas as coisas, não deixando de lado o amor ao próximo (que deve ser na medida do nosso amor próprio). Este avivamento é expresso, antes de tudo, pelo frutificar espiritual. Sim, o fruto do Espírito — as nove virtudes que estão listadas no trecho bíblico que tomamos para refletir — a Igreja precisa produzir esse fruto, cultivar essas virtudes, ser dotada de um caráter aprovado e comprovado por suas ações. Isto é avivamento, é retornar ao primeiro amor e às primeiras obras (Apocalipse 2.4,5).

As curas, milagres etc, não são o avivamento, mas são autenticadas por ele; pois o que se pode dizer de uma igreja cheia de "milagres" e sem o amor, a alegria, a paz, a paciência, a amabilidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão e o domínio próprio?

"É pelos frutos que se conhecem as árvores e não pelo barulho que suas folhas fazem".

(I.M., sobre Mateus 7.15-23).

Não se enganem! Os milagres, as curas, as expulsões de demônios e profecias não são atestado de comunhão com Deus. Pois se existem tais coisas, mas o fruto do Espírito está ausente, tais "manifestações sobrenaturais" são descredenciadas.

22 "Muitos dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?'

23 Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!"

(Mateus 7 - NVI; grifo nosso)

Mantenha o foco em servir a Deus, em viver a vontade do Pai; e os milagres, curas etc, serão consequências do avivamento autêntico que te fará experimentar a vida que Deus preparou para você: Uma vida em plena comunhão com Ele.

Que o Evangelho seja impresso nas páginas das nossas vidas, e que o nosso viver seja reflexo do de Cristo.

Que Deus continue abençoando você.

Um abraço.


Nota: Imagem disponível no Blog do Jader.


Nenhum comentário:

Seguidores