quarta-feira, 24 de setembro de 2008

O Falso e o Verdadeiro Discípulo



Por favor, leia Jo 6.60-71

Hoje em dia vivemos um evangelho de facilidade, de status... Infelizmente, ser cristão virou sinônimo de facilidades, e até de futilidade. Não é mais como nos tempos de Cristianismo primitivo. Naquele tempo, servir ao Senhor significava assinar um atestado de renúncia da vida. Um discípulo de Jesus era alguém que estava pronto para morrer. Vamos dar uma olhada no texto do evangelho de João 6.60-71. Percebamos algumas coisas sobre falsos e verdadeiros discípulos.

OS FALSOS – Abandonam a Fé (60-66)

1. Não suportam o ensino de Cristo (tropeçam) – 60,61, 66

Muitas pessoas começam a seguir a Cristo, mas quando percebem que o discurso cristão tira o homem e põe Deus no Centro do UNIVERSO acabam por desistir, abandonam a fé. Eles não suportam, se escandalizam, tropeçam, caem!

A palavra escandalizar, é melhor traduzida por tropeçar (1Pe 2.6-8; Jd 25). Cristo é a pedra de tropeço, a rocha que esmaga e a Palavra de Deus é o meio pelo qual os falsos discípulos cairão.

2. Eles não são vivificados pelo Espírito – 62,63

Jesus arrebenta com as esperanças de um "Messias" que viria com um reino político como esperavam os judeus. O Senhor não é um revolucionário, não é um general nos padrões que eles esperavam. Ele é um carpinteiro. É o Rei dos reis, mas não numa forma esperada pelos judeus.

Jesus diz que os falsos discípulos se escandalizavam porque queriam entendê-lo tendo como base o simples conhecimento da lei,sem AMOR, SEM FÉ, sem FOGO do Espírito.

3. Eles não são chamados do Pai – 64,65

Jesus se dirige a todos os discípulos agora (falsos e verdadeiros), mas fala inicialmente aos verdadeiros e diz que há descrentes – há incrédulos (Jo 6.36; 2.24-25; 13.11). O Senhor Deus conhece os corações de todos os homens e sabe muito bem as motivações dos que o seguem. Cristo conhece suas ovelhas todas pelo nome, e sabe muito bem diferenciar aqueles por quem Ele morreu, daqueles que são o joio no meio do trigo.

Ele se remete ao que já houvera dito anteriormente e assevera que ninguém jamais se achegará verdadeiramente a Ele, se não for conduzido pelo Pai.

OS VERDADEIROS – Permanecem Firmes

1. Porque reconhecem que Jesus tem as Palavras de Vida - 67,68

Jesus faz uma pergunta que faz com que um dos verdadeiros discípulos levante a voz com uma rápida e firme resposta. Pedro brada que apenas Cristo tem as Palavras de Vida.

O verdadeiro discípulo tem plena convicção de que apenas o Senhor Jesus é que tem VIDA jorrando de sua boca! (Lc 5.20).

Meus queridos amigos e irmãos leitores, vocês já pararam para pensar no peso dessa frase? Meus olhos marejam só em pensar... Só o Senhor tem palavras de vida.. CARAMBA! Para de buscar noutro lugrar aquilo que só Cristo dá! Só Ele tem a vida! Ele é a VIDA!

2. Porque reconhecem que Jesus é o Santo – 69

Ao contrário dos falsos discípulos Pedro diz que temos CRIDO Jesus que é o Santo de Deus. O verdadeiro discípulo não está a espera do material (embora não rejeite isto). Mas ele está a espera desse REI que antes de mais nada é O SANTO prometido (Lc 9.20).

Gostaria de lhe perguntar: Você é mesmo um discípulo de Cristo?

Nenhum comentário:

Seguidores