segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Siga o Mestre - I



"Jesus dizia a todos: 'Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me'."
(Lucas 9.23 - NVI)

Foto: Placa, Siga em frenteVocê já brincou de "Siga o mestre"? É bem simples, uma pessoa é separada para ser o 'mestre' e os restantes são seus 'seguidores'; tudo o que o 'mestre' fizer os 'seguidores' devem repetir. Quem não 'seguir o mestre' sai da brincaderia. Acho que funciona assim, talvez tenha esquecido algum detalhe.

Você pode até perguntar: "O que isso tem a ver com a Bíblia, com o Evangelho ou com o Reino de Deus"? E eu respondo: por mais simples que seja essa brincadeira, ela possui algo em comum com a 'regra áurea' do Evangelho (o que nos faz cristãos): seguir o Mestre.

Não estou falando em acompanhar os movimentos dele (até porque não se vê Jesus com freqüência...); estou falando de acompanhá-lo nas atitudes: amar como ele amou (impossível? a salvação também seriaa); ser humilde e manso como ele foi (ele mesmo recomendab); negar-se a si mesmo... (ops!)

Jesus negou a si mesmo? Bem, ele recomendou que todos o fizessemc; e sendo um mestre, ele não diria a seus discípulos para fazer algo que ele mesmo não havia feito. O apóstolo Paulo, aquele que conheceu Jesus a caminho de Damasco, deixou algo escrito sobre isso:

Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.
(Filipenses 3.5-7 - NVI)

Esvaziar-se, no trecho supracitado, carrega o sentido de 'negar a si mesmo'. Pois Jesus estava lá em forma divina; sendo Deus, ele de nada tinha falta. Um ser eterno e autosuficiente (ele não precisava de nós), por amor, tomou a forma de um ser limitado, tornou-se vulnerável, frágil; foi tentadod, provavelmente sentiu cansaço após uma dura jornada de trabalho, pois era um carpinteiro comume; sentiu fomef e sedeg; ele chorou diversas vezes tambémh; por fim ele experimentou o sofrimento e a morte: fez tudo isso por amor de nós.

O Mestre pede que sigamos o seu exemplo; Ele não diz "Faça isso!", mas ele, mansamente, nos diz:"Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo". Agora é com você.

Haja em nós a disposição de nos 'esvaziarmos' do nosso 'ego', de abandonarmos as vãs paixões, e tomarmos a firme atitude de seguir a Cristo. O que há, é que muitas vezes dizemos: "Mas todo mundo faz 'assim'" ou "todo mundo faz 'assado'"; "mas eu nasci assim e vou morrer assim" ou "e eu vou ficar de fora, é?". E seguimos a multidão dos que não seguem a Cristo. Contudo, se você quer acompanhar Jesus (seguir o Mestre), faça como ele: Negue-se a si mesmo!
(continua...)

Que a maravilhosa graça e a infinita paz do Mestre sejam com você!

Tenha uma semana abençoada!

Referências: aMateus 19.23-26; bMateus 11.29; cLucas 9.23; dMateus 4.1-11 Hebreus 4.14,15; eMateus 13.55; fMateus 4.2; gJoão 19.28; hMateus 23.37 João 11.33-35 Hebreus 5.7

Nenhum comentário:

Seguidores