quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Se alguém tem sede, venha a mim, e beba



"Se alguém tem sede, venha a mim e beba". (João 7.37)


Você já conviveu com pessoas que parecem ver um passarinho verde todos os dias?

É maravilhoso ter ao nosso lado gente assim, cheias de vida, alegres por natureza. Pessoas assim são capazes de nos transmitir algo diferente, mesmo quando estamos indiferentes.

Já ouvi relatos que dizem:
- Gosto de conversar com aquele irmão, porque ele sempre está de bom humor e sempre tem uma conversa agradável e animadora.

Por outro lado, existem pessoas que parecem transmitir negativismo, e geralmente essas pessoas têm boa condição financeira, um cargo de responsabilidade no trabalho, família, enfim, têm tudo para serem felizes, mas mesmo assim vivem com a 'cara de quem está com fome', geralmente chamamos estas pessoas de mal amadas. Na verdade a cara feia destas pessoas não é de fome, mas de sede.

A sede da alma se manifesta causando os mais diversos distúrbios de comportamento. Mau humor, irritabilidade, estresse, medo e até depressão são sintomas comuns naqueles que sofrem de sede. Ao se agravarem esses sintomas, a ponto de essas pessoas não conseguirem nem ao menos se relacionar bem com seus próprios familiares, elas buscam a solução na medicina moderna, sem saber que tudo o que ela tem é sede. Por sua vez a medicina tenta explicar o problema, por que solução mesmo ela não tem (não para a sede), e tenta identificar a origem afim de que a própria pessoa possa encontrar a solução dentro de si. Quando a pessoa sedenta se submete a essa tempestade de reflexões e análises ela pode acabar saindo muito pior do que entrou, ao concluir que 'nem Freud explica'. Não o seu caso.

Refletindo um pouco sobre isso percebi que muitos são os que vivem assim. Sem saber que este mal é apenas sede. Sabendo disto Jesus diz:
- "Se alguém tem sede, venha a mim e beba" (João 7.37).
E explica:
- "Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna." (João 4.14).

Tudo que o homem precisa é de água, não água comum, mas da água que só Jesus pode dar.

Ahh! Isto explica o comportamento daqueles que parecem ver passarinhos verdes todos os dias. Eles têm uma fonte de águas vivas fluindo direto de seu interior, contagiando as pessoas e as fazendo desejá-la também. Mas como beber desta água? Jesus responde:
- "Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre" (João 7.37).

Se você não bebeu desta água, não perca mais tempo! Beba agora mesmo, basta crer em Jesus e confessá-lo, aí mesmo onde você está, como seu único e suficiente Salvador.

Se você já bebeu então não deixe que os problemas desta vida terrena roubem de você a fluidez desta fonte. Deixe fluir de seu ventre a água viva, para que aqueles que estão com sede se saciem também.

Um forte abraço!

Nenhum comentário:

Seguidores