terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Restaurando a auto-estima em cinco lições - 3



3º - Deixar o Ódio de Lado e Amar mais

.:: Gl. 5.13

Você conhece um homem chamado Sigmund Freud?

Freud é chamado de o "Pai da Psicanálise". Ele era um médico e neurologista austríaco que estudou profundamente a psique humana, principalmente no campo da sexualidade e interpretação de sonhos. Apesar de as suas teorias terem sido muito polêmicas em sua época, posteriormente foram aceitas amplamente. Sua principal contribuição foi o enfoque radicalmente novo na compreensão da personalidade humana. Fundou uma nova disciplina médica e formulou procedimentos terapêuticos que ainda hoje se aplicam no tratamento das neuroses. Um homem inteligente e importante, que mudou o curso do conhecimento humano.

Uma vez, em uma entrevista, um jornalista perguntou-lhe: - "Freud, o que é um homem feliz?". Aquela seria a última de uma série de perguntas e todos esperavam uma resposta científica no mais alto nível, o deslanchar de mais uma de suas teorias difíceis, uma resposta que poderia ensejar a escrita de vários compêndios, ou que, ao menos, ele passasse mais algumas horas conversando ali com eles. Então ele olha para o jornalista, sorri e diz: - "O homem feliz é aquele que trabalha e ama…". Após ter dito isso, ainda sorrindo, se despede e retira-se, deixando a todos maravilhados com a profundidade e a simplicidade de sua resposta.

Queridos, eis uma realidade forte e muitas vezes desprezada por todos: a importância que o amor tem em ajudar na cura de nossas mazelas interiores. Amados, fomos libertos pelo Senhor para viver uma perspectiva nova de vida também pautada no amor! O que Freud respondeu não foi algo inovador! O que Freud respondeu é uma verdade amplamente defendida pela Bíblia, a palavra de Deus! De fato, não é novo, mas é eficaz!

Abra a sua Bíblia no livro de Gálatas 5.13, e leiamos juntos: – "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Mas não useis da liberdade para dar ocasião à carne, antes pelo amor servi-vos uns aos outros." - A M O R.

Eu quero fazer três perguntas a você e gostaria de que fossem muito sinceros em suas respostas.

1 - Você ama alguém? (Amor fraterno)

2 - Você sabe que é amado por alguém? 

3 – Você prova o seu amor a quem você ama?

Meus irmãos, amor é verbo e inspira ação. Quando fomos chamados à liberdade, fomos chamados para servir uns aos outros em amor, são atitudes que fazem parte de uma vida que vive de forma plena. Não se concebe ser cristão sem amar, e quem ama precisa provar o seu amor! Deus fez isto quando nos amou. No livro de Romanos 5.8 diz que "Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós", e João 3.16 – "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".  É o amor atrelado à ação. Siga este conselho: ame mais com atitudes do que só com palavras. Mesmo estando entristecido ou cabisbaixo, faça as pessoas que estão ao seu redor felizes. Deixe o egoísmo de lado e doe-se um pouco.

Gostaria de desafiá-los agora. Daqui por diante, crie momentos especiais para as pessoas que convivem com você. Você deve estar pensando: o que são e como crio esses "momentos especiais"? Os "momentos especiais" são momentos em que você expressa o seu amor às pessoas sem precisar ter um motivo que condicione essa expressão. Por exemplo: hoje, vocês que são filhos e que moram juntos com seus pais, ao chegarem em casa dêem um abraço neles e digam a eles que os amam. O que provavelmente irá acontecer é que algum deles ou até mesmo os dois, a princípio, se mostrarão desconfiados e ficarão esperando "o golpe" e alguém poderá, desconfiadamente, perguntar o que você andou fazendo de errado. Não se preocupe, isso é natural, afinal de contas, quantas vezes você criou esse "momento especial" com eles?.

Aos casais, quanto tempo faz que vocês não têm aquele momento especial entre vocês dois? Ou será que a rotina já consumiu tudo, inclusive o amor um pelo outro?.

Aos seus amigos de trabalho, principalmente aos que não são crentes, compre-lhes uma lembrança – baratinha, não precisa ser cara – e diga-lhes, que neste final de semana se lembrou deles e pergunte-lhes como estão. Uma caneta simples, com dizeres do tipo "Jesus Te Ama"; um cartão motivacional; um chaveiro, etc.

Lembre-se de Tiago 1.27 – "A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo". Visite um asilo. Existem velhinhos que há bastante tempo não recebem uma visita para conversar, para rir, para desabafar; são pessoas esquecidas, desprezadas por causa de seus problemas geriátricos e por não serem mais produtivos, e estão lá, como um descarte, descartados até do convívio de suas famílias. TENHA MOMENTOS FELIZES AO FAZER AS OUTRAS PESSOAS FELIZES.


Shalom,

Visite: Pastor C@ssé


Nenhum comentário:

Seguidores